QUANTOS JÁ PASSARAM POR AQUI

contador de visitantes

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

ORAÇÃO E AUTENTICIDADE

Quem reza profundamente,
tem absoluta necessidade de ser autêntico

A duplicidade não traz a paz.
Ela é mentirosa e enganadora, e facilmente se desculpa de tudo, menos da importância de ser honesto consigo mesmo.

ORAR É COLOCAR-SE, TRANSPARENTE, DIANTE DE DEUS.
Sua luz perpassa o nosso ser e ficamos nus diante d'Ele, totalmente despojados, tal qual somos.

Nada podemos esconder de Deus. E quando escondemos, enganamo-nos, prejudicando a paz ou exterminando-a em nós.

A oração nos dá a exata consciência de nossa pobreza, e ao mesmo tempo a força necessária para sermos, o mais possível, autênticos e justos.

QUEM REZA, QUESTIONA CONSTANTEMENTE SEU PENSAR E AGIR.
É por isso mesmo, quando a oração é sincera, formenta uma transformação interior capaz:
de regenerar
de renovar
de santificar
qualquer criatura. Também você.


SCHMIDTT, Carlos Afonso. A paz que você procura. 1 ed., São Paulo, Edições Paulinas, 1981, p 31 (Coleção "Série Encontro".

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

VIVA A PADROEIRA DE MOSSORÓ!


CAÇADOR DE MIM


(Autoria: Pedro Augusto)

Um motivo pra ser feliz
Um dia pra trás voltar
Não serão suficientes
pra minha alma se tocar
Depois, sentindo que passou
E a fé que se perdeu
E nessa corrida tão louca
Não vejo que a vítima sou eu

Eu sou o caçador de mim
Não sei porque eu ajo assim
E nessa caçada sem fim
A Jesus Cristo dei meu sim
O céu me espere eu vou chegar
É o presente a quem lutar
Quem não desiste vai entrar
E meu Senhor vem me abraçar

Eu era caçador de mim
Nem sei mais como agia assim
E na caçada pus um fim
E a Jesus Cristo disse sim
O céu me espere tô chegando
É meu presente, estou lutando
Não desisti, estou entrando
E meu Senhor está me abraçando

Não sou mais caçador de mim
Nem sei mais porque agi assim
Não tem mais caçadas é o fim
Foi Jesus quem me disse assim
Valeu a espera, pois cheguei
Pelo presente, agradecei
Não desisti, e eu entrei
E quem te abraçou, Senhor, fui eu

domingo, 25 de novembro de 2012

25/11/2012 - SOLENIDADE DO CRISTO REI

Hoje, dia 25 de Novembro de 2012, último Domingo do Tempo Comum, celebramos a FESTA DE CRISTO, REI DO UNIVERSO. Como o nosso blog não poderia deixar de celebrar esse momento, deixamos o SERVIÇO DE ANIMAÇÃO BÍBLICA e o HINO DO CRISTO REI.







HINO AO CRISTO-REI
DR

Honra, glória, louvor sempiterno
A Jesus, a Jesus Redentor!
Deus de Deus, Luz de Luz, Verbo eterno
Cristo Rei, do Universo Senhor
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

Todo o orbe homenagens Lhe renda,
Aos seus pés traga o mundo cristão
De almas livres a livre oferenda
Corações para o seu coração!
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

Também nós brasileiros, queremos
De Jesus a realeza aclamar!
De nossa alma os afetos supremos
São por Ele, sua lei, seu Altar!
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

Rubejantes emblemas que bordam
Nossos peitos, sagrados broqueis,
Sangue e ouro nas cores recordam:
Cruz e glória aos Apóstolos fiéis.
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

Ruja embora a inimiga coorte
Contra nós, defensores da Cruz,
Nosso brio no prélio é mais forte;
A vitória será de Jesus!
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

O estandarte do amor se desdobra,
Brilha aí o sinal do perdão!
Ele guia os valentes à obra
Do divino e imortal Coração.
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.

A bandeira da pátria! ... Levai-a,
Brasileiros, aos pés de Jesus!
E a suprema homenagem! ... Curvai-a:
Ela é o símbolo da Terra da Cruz!
Jesus Rei Deus verdadeiro
O teu Reino venha a nós;
Obedeça o mundo inteiro,
Ao poder de tua voz.


Interpretação: Cavaleiros do Novo Milênio
Todos os direitos reservados ao usuário: Marcoscuiaba

FELIZ DOMINGO DO CRISTO-REI
COM MUITA FÉ EM JESUS!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

ENSINANDO O PADRE A REZAR A MISSA?


         Poderíamos dizer que é um vício dos progressistas, ou poderia ser um afrouxamento e/ou falta de fiscalização dos conservadores. A repetição de certas fórmulas exclusivas, como se vê na missa atualmente é uma forma de participação para os progressistas, e uma afronta ao mandamento da Instrução Geral do Missal Romano. Na Oração Eucarística, é que se encontram as principais “infrações” quanto à recitação da fórmula. Diz a Instrução Geral do Missal Romano:

10. Entre as partes que competem ao sacerdote ocupa o primeiro lugar a Oração eucarística, cume de toda a celebração. A seguir, vêm as orações, isto é, a oração do dia (coleta), a oração sobre as oferendas e a oração depois da Comunhão. O sacerdote, presidindo a comunidade como representante de Cristo, dirige a Deus estas orações em nome de todo o povo santo e de todos os circunstantes43. É com razão, portanto, que são chamadas "orações presidenciais".

11. Da mesma forma cabe ao sacerdote, no desempenho da função de presidente da assembleia, proferir certas admoestações previstas no próprio rito. Quando estiver estabelecido pelas rubricas, o celebrante pode adaptá-las um pouco para que atendam à compreensão dos participantes; cuide, contudo, o sacerdote de manter sempre o sentido da exortação proposta no Missal e a expresse em poucas palavras. Cabe ao Sacerdote presidente também moderar a palavra de Deus e dar a bênção final. Pode, além, disso, com brevíssimas palavras, introduzir os fiéis na missa do dia, após a saudação inicial e antes do ato penitencial, na liturgia da palavra, antes das leituras; na Oração eucarística, antes do Prefácio, nunca, porém, dentro da própria Oração; pode ainda encerrar toda a ação sagrada antes da despedida.

12. A natureza das partes "presidenciais" exige que sejam proferidas em voz alta e distinta e por todos atentamente escutadas44. Por isso, enquanto o sacerdote as profere, não haja outras orações nem cantos, e calem-se o órgão e qualquer outro instrumento.

13. Na verdade, o sacerdote, como presidente, reza em nome da Igreja e de toda a comunidade reunida e, por vezes, também somente em seu nome para cumprir o seu ministério com atenção e piedade. Estas orações, propostas antes da proclamação do Evangelho, na preparação das oferendas e antes e depois da Comunhão do sacerdote, são rezadas em silêncio. 1

         Como se lê na presumida citação acima, existem partes do antigo “Canon” (hoje conhecido como Oração Eucarística), que batem com esta afirmação. Os exemplos mais famosos de repetição começam na citação da fórmula da primeira elevação, a “Transubstanciação”: “Tomai Todos e Comei/Bebei, este é o Meu Corpo/Sangue, que será entregue por vós 2”. Muitos nem sabem que este momento é somente de recitação solene do sacerdote e, portanto, devemos fazer silêncio até a hora da fórmula “Eis o Mistério da Fé 3” quando nos levantamos e bendizemos o Cristo nas duas espécies consagradas. Sendo cientes de que a Consagração da Hóstia exige silêncio de alma e de coração, devemos estar contritos para este momento, embora não possamos negar que essas repetições, tais como as doutrina devocionais chegam a despertar um pouco a fé dos fieis.
         Mais adiante no Canon Missæ, a segunda fórmula que os fieis repetem é a segunda elevação após a Transubstanciação, a “Consagração”: “Por Cristo, Com Cristo e Em Cristo 4” (Per Ipsum, Et Cum Ipso, Et In Ipso). Esta parte da fórmula é para ser recitada pelo sacerdote e logo após é que o povo pode aclamar “Amém”. Os Bispos podem conferir em muitas cidades pequenas de gente fervorosa, que entre os fieis, não há um que não saiba as fórmulas do Missal, inclui-se aqui que nas cidades grandes, se conhece a mais popular, a Oração Eucarística II, que é mais recomendada e certamente a mais famosa de todas as 10 Orações Eucarísticas que constam no Missal Romano.
         Mas vamos retornar às fórmulas que o povo repete mais. Já no Rito da Comunhão, vemos mais uma vez a repetição “indevida” da fórmula “Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos apóstolos: Eu vos deixo a paz, Eu Vos Dou a Minha Paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima Vossa Igreja. Dai-lhe segundo o Vosso desejo, a paz e a unidade 5”. Esta fórmula não acha brecha ou exceção para ser repetida pelo povo e muito menos precisa correr em clima de extrema sacralidade, pois está sempre direcionada para o popular e aguardado “Abraço da Paz” que se realiza após o Pai Nosso.
         Já mais à frente, no “Eis o Cordeiro de Deus que tira o Pecado do Mundo (Ecce Agnus Dei) 6”, o povo repete mais uma vez indevidamente a terceira elevação da Hóstia consagrada, a “Apresentação do Cordeiro”, cuja primeira frase que compete apenas ao sacerdote, para só depois o povo aclamar “Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada[...]” (Mt 8, 8) 6. O que chama a atenção é que hoje em dia, a terceira frase da fórmula quem está levando ao povo é o sacerdote. Diz o Missal Romano que o sacerdote deve rezar em silêncio a fórmula: “O corpo e o sangue de Cristo nos preparem para a vida eterna 7”, numa espécie de anagrama das duas fórmulas originais separadas que estão estampadas nas páginas do Missal.
         Como se vide, a Missa foi por muito tempo e ainda continua hoje um portal para o céu, porém é preciso que muitos conheçam a fundo a doutrina de sua Igreja. Hoje em dia, com a abertura do Ano da Fé pelo Papa Bento XVI, os católicos são chamados a estudar o CIC-Catecismo da Igreja Católica (1992) e os documentos do Magistério, também os do Concílio Vaticano II (1962-1965), magno evento que comemora 50 anos. Mas também não seria muito útil para o povo um estudo um pouco mais aprofundado sobre as mudanças na liturgia com a promulgação do atual Missal Romano instituído pelo Papa Paulo VI em 1969, em substituição ao Misale Romanum promulgado pelo Papa Pio V por volta de 1570, celebrando por ele o Rito Extraordinário da Santíssima Eucaristia, chamada de Missa Tridentina, que até 1971 ainda era celebrada no Brasil em Latim.
         Quantos não foram santificados pela Missa Tridentina e seu ambiente de Sacralidade permite uma interiorização mais profunda, ao dar espaço para os fieis rezarem um rosário ou um ofício em silêncio, enquanto o sacerdote confia a Eucaristia aos céus elevando-a e benzendo-a em sinal de Cruz pronunciando “Santi+ficas, Vivi+ficas, Bene+dices, et prestas nobis 8”. Muitas senhoras idosas hoje em dia ainda vão à missa como se estivessem esperando a missa em Latim, porém quase acostumadas à celebrar pela nova liturgia. O único defeito do Rito Extraordinário, é que ao contrário da Missa de Paulo VI, os fieis não têm tanta participação quanto gostariam e é mais fácil praticar o pecado da preguiça nos bancos da Igreja neste silêncio todo. Mas já um bom passo saber que por meio do Motu Proprio Summorum Pontificum 9, o Papa Bento XVI permitiu a volta do Rito Extraordinário para quem quiser rezá-lo. Bom para os fieis que ainda acreditam que a Igreja, em suas mais diversas manifestações, está sempre ligada à seu ponto de fé central, a Eucaristia. "Vale ressaltar que a Oração Eucarística faz duas importantes súplicas ao Pai para que envie Seu Espírito Santo: a primeira na "Consagração", e a segunda, para a comunidade, após a "Consagração". Esta súplica pela comunidade é feita para que seja fortalecida na caridade viva intensamente a comunhão." 10.


Pedro Augusto de Queiroz
Bacharelando do 6º Período de Ciências Sociais
        

Referências:

1 MISSAL ROMANO. Instrução Geral, nn. 10-13
2 Idem, Oração Eucarística II, p. 478
3 Idem, Ibidem, p. 479
4 Idem, Ibidem, p. 481
5 Idem, Rito da Comunhão, p. 501
6 Idem, ibidem, p. 503
7 Idem, ibidem, p. 503-504
8 Misale Romanum, Ritus servandus in celebratione Missæ, p. 71
9 RATZINGER, Joseph (Papa Bento XVI).  Carta Apostólica sob a forma de Motu Próprio "Summorum Pontificum" sobre o uso da Liturgia Romana anterior à reforma realizada em 1970. 2 ed, São Paulo: Paulinas, 2007.
10 TURRA, Frei Luiz.  Vamos Participar da Missa?. São Paulo: Paulinas, 2012, pp 84. 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

FOTOS DA 2ª PEREGRINAÇÃO

SÁBADO
APODI








ITAÚ











RIACHO DA CRUZ







UMARIZAL



OLHO D'ÁGUA DO BORGES



MARTINS












DOMINGO
MARTINS




RAFAEL GODEIRO




CARAÚBAS





segunda-feira, 5 de novembro de 2012

IMAGENS DA 1ª PEREGRINAÇÃO



IMAGENS DA PRIMEIRA VIAGEM COM SANTA LUZIA REALIZADA PELAS EQUIPES DE "EVENTOS RELIGIOSOS" E "LOJINHA" NESTE FIM DE SEMANA NAS CIDADES DO ALTO OESTE POTIGUAR.

A PROGRAMAÇÃO SEGUE EM RITMO ACELERADO PARA A FESTA ENTRE 3 E 13 DE DEZEMBRO. ESTA SEMANA (5 A 9), SANTA LUZIA PERCORRERÁ VÁRIOS BAIRROS DE MOSSORÓ NAS PRIMEIRAS PEREGRINAÇÕES DA ÁREA II. A EQUIPE COMPLETA SE MOSTROU COMPLETAMENTE UNIDA DURANTE A VIAGEM E TODOS SEM FALTA COLABORARAM PARA O SUCESSO DESTA VIAGEM.

"VINÍCIUS OLIVEIRA", O SEMINARISTA QUE NOS ACOMPANHOU FAZENDO AS VEZES DOS PADRES QUANDO AUSENTES DA PARÓQUIA, OU SIMPLESMENTE ANIMANDO AS CIDADES COM UMA VOZ CHAMATIVA E VITAL PARA AS PESSOAS SE ANIMAREM A LOUVAR A DEUS. EM DOUTOR SEVERIANO, APÓS A CHEGADA DA IMAGEM, EIS QUE A ANIMAÇÃO DOS FIEIS E PRINCIPALMENTE DOS JOVENS, FICOU POR SUA CONTA E É MEIO REDUNDANTE AFIRMAR QUE A IGREJA NÃO FICOU PARADA.

EM BREVE, DEIXAREI UM ARTIGO SOBRE ESTA PRIMEIRA VIAGEM E AO FINAL DA SEXTA-FEIRA DEIXAREI O ARTIGO SOBRE A PEREGRINAÇÃO DE SANTA LUZIA EM MOSSORÓ.

domingo, 28 de outubro de 2012

UM DESABAFO SINCERO


- Não sei por que vim aqui e nem sei que sentido para a minha vida o Senhor tenha, mas peço humildemente que me escutes, podes até mesmo depois disso virar as costas e achar que sou a pior das Tuas criaturas, mas por favor, apenas permita-me confessar o meu crime de viver. Mas ao que me consta, meu eu já não se responsabiliza mais por quem cruzar o meu caminho. Meu Eu já não sabe mais o que fazer para mudar o mundo e por isso grita até os mais altos confins da vida para se libertar de uma prisão da qual a chave já se perdeu. E eu continuo achando que quanto mais tento agradar, mais eu estrago a vida dos outros e mais eu me revelo uma pessoa que acaba sempre falando sem pensar, sem medir as consequências e sempre atropela sem querer os sentimentos dos outros, pedindo desculpas a vida toda, pelo menos na minha visão é melhor do que o que fazem aqueles “amigos” que não sabem como ajudar e fogem, deixando piores a quem já não tinha como confiar em mim.

- Eu discordo!

- Quem disse isso?

- Apenas sinta em seu coração!

- Meu coração há muito que espera se abrir, mas ele não sabe como. Não sei se o meu problema é que eu seja acomodado ou que eu seja desacreditado da vida.

- Seu problema é simplesmente ser fechado, amargo e anda dizendo por aí que foi a vida que o fez assim!

- Quem está dizendo isso? Como pode saber que minha alma própria se prendeu?

- Eu sei quem és desde a fundação do mundo! Sei também que o que passaste na infância não foi tanto “o” motivo para que você se tornasse amargo. Foi desnecessário, mas você que alimentou o ódio que reina em seu coração.

- Não compreendo. Passei 9 anos levando surra dentro de casa para no final das contas perdoar àqueles que me machucaram?

- Que lhe machucaram fisicamente, porque feridas no corpo se curam com o tempo, você pode se lembrar o porque das cicatrizes, mas não doem mais, doem?

- Não. Mas o que eles fizeram eu nunca esquecerei.

- E eu disse que você esqueceria? Acabei de dizer que a lembrança da causa da cicatriz ficará, mas a dor não.

- Mas ainda assim insisto para que me digas o por que e de onde estás falando.

- Estou falando a ti de onde quer que você olhe, estou em todos os lugares. Estou até mesmo no seu pensamento agora. Olhando para mim, envolto por um Ostensório, você não faz ideia de como eu me transformei num pedaço de pão, ou sequer acredita que eu esteja vivo ali. Sei o que vai no seu coração, sei que você acredita pouco na transubstanciação e sei também que suas ideias às vezes machucam sem querer, como disseste antes. Mas a única coisa que não pode é que eu tenha que te amar e você não Me ame como Me promete em oração, que você não participe do Meu banquete quando seus irmãos que às vezes nem sabem os seus motivos estranham ou simplesmente olham para o lado achando que você é o teimoso da história.

- Não estou conseguindo entender, eu sou Católico, não sou? Estou apenas dando um tempo para me conhecer melhor e para conhecer melhor Teu mistério.

- Meu mistério são os que o ajudam a ser mais mistério. Se você acha que por ser pecador está banido do Meu banquete, é porque ouve falar muito de inferno e de pecado sem que ninguém te fale de perdão e de vida. Lembre-se de que quando meu sofrimento alcançou as horas mais agudas, eu me controlei do jeito que pude e mantive a Fé em meu Pai, mesmo que pela dor que eu sentia por seus pecados e de seus irmãos, muitos na minha condição, teriam todos os motivos do mundo para esbravejar com o Pai, e no entanto, nem eu, nem minha mãe, nem meu discípulo amado e nem as mulheres que me acompanhavam souberam perder a fé. Continuaram humildemente ao pé da minha cruz.

- Sei que meu sofrimento não chega aos pés do Teu, se acaso és quem eu penso que és, mas devo admitir que há horas em que exagero em julgar os outros. Minha mãe sempre disse que apesar do que passou, eu já a tinha perdoado, pelo menos era a esperança dela. Meus amigos se afastaram de mim, também segundo ela, porque eu mesmo afasto por orgulho os que verdadeiramente gostam de mim.

- Eu vi suas quedas e decepções e nem por isso te dei vingança, se você a conseguiu em certos casos, partiu de você mesmo. Seu problema é ter um coração fechado para o Espírito Santo. Está se preparando para a crisma e no meio da caminhada volta todo o percurso sem calcular antes os riscos de se perder, como os personagens João e Maria que achavam que iriam voltar porque deixaram pão no caminho, mas os animais da floresta vieram e comeram tudo.

- Eu sempre estou tentando voltar atrás, digo tentando por questão de humildade. Será que estou aprendendo a humildade do jeito errado?

- Não, apenas está sendo radical demais. Eu vi sua discussão com seu irmão há pouco. No caso, não é que você tenha exagerado, suas intenções foram despreocupadas para com a reação inesperada que a conversa tomou, mas ao mesmo tempo você foi inconsequente. A maioria das pessoas não prestam atenção no que falam e acabam, de tanto repetirem os erros, machucando os corações que estão já cansados de receberem decepções que parecem não acabar.

- O que foi que eu fiz? Só por causa de um comentário, ele se ofendeu? Ele também me ofende às vezes! Acho que o problema dele é que ele gosta de falar, mas não gosta de ouvir. A verdade doi, mas tem de ser dita. Se ele não consegue entender isso, acho que o problema é dele.

- Seu irmão tenta lhe ensinar todas as vezes que lhe encontra que deve-se amadurecer, porém você age como se o mundo se reduzisse a você, como se só sua queda significasse algo pro mundo. Sua humildade, por vezes é radical demais, fato que apenas alguns dos Meus servos conseguiram, porém em outras, você se apressa em julgar, como se você soubesse o que vai no coração dos outros. A maioria dos seus pensamentos são guiados não pelo Espírito, mas pelo mundo. Eu sei o que ele passou na vida dele para agir assim, a exemplo dele, você está mais humilde no sentido de correr em se desculpar, mas erra ao contrário dele, em não me servir no altar, ou em não mais me buscar em adoração.

- Não vou dizer que é falta de tempo, pois sabes que meu dia é completamente vazio de orações ou de outros meios de chegar a Ti. Mas peço a compreensão de que pelo menos... Não. Estais certo, eu não tenho Te procurado e ainda machuco demais. Queira o Pai que não seja tarde demais o que penso em fazer quando terminarmos de conversar.

- Primeiro, procure se conscientizar de que a vida não é só as relações que você tem, e sim muitos que você ainda vai conhecer, eu sei quem eles serão e no momento certo, você entenderá porque a vida precisa machucar tanto para que a pessoa amadureça.

- Mas é que ele me chamou de egoísta, eu queria dividir o objeto com ele, mas ele se exaltou e ainda me chamou de “coitadinho”. Como posso me calar diante de uma coisa dessas?

- Ele lhe chamou de egoísta porque em seu coração, seu desejo era de que aquele objeto pertencesse a vocês dois fraternalmente. No seu pensamento ele foi precipitado e poderia ter esperado, em meu pensamento, a atitude é interpretada de outra forma, mas isso cabe a Meu Pai julgar. Ele se confiou de que poderia ficar com o objeto, e disse várias vezes que estimava tal material. Você, pelo contrário, achou que o comentário pudesse ainda guardar o ar de brincadeira que vocês dois travaram no ônibus naquela noite de quinta-feira. O problema é de ambos, e esperava que se resolvesse da melhor forma possível, porém, o Pai sabe que quando duas almas unidas pela fé ameaçam se separar, é preciso muita fé para uni-los de novo.

- Sabes que eu nunca tive um amigo como ele e que jamais, nunca me trataram do jeito como me tratam depois que eu o conheci. Muitos apoiam nossa amizade. A mãe dele, por exemplo, pediu a nós dois que não deixássemos o inimigo semear a discórdia em nossa amizade, porém, é quando eu preciso que justamente ele me trate com um pouco menos de rigidez é que ele desaba frases que me machucam.

- As frases desfiadas ali feriram aos dois. Não existe pessoa que sofra sozinha. A amizade de vocês tem a bênção do Pai, mas falta a ele, entendimento e conceitos sobre a sua história da qual você não cansa de lembrar, quando deveria esquecer e recomeçar, e falta a você entender que ele já se cansou de lidar com um amigo que está fraquejando mais do que lutando. Suas intenções são as melhores, e sei disso, tanto que ajudo a vocês dois todos os dias e abençoo os trabalhos de ambos nas mais variadas atividades. Porém, não ache que porque você conseguindo chegar a um nível de humilhação que desperte pena que ele abrirá mão do que ele vive ou dos amigos que conquistou dentro da minha amizade e dentro da Igreja Santa que ele vai de uma hora para outra se transformar no amigo caridoso ou num amigo como aqueles que só sabem responder piedosamente como se passassem a mão na sua cabeça. Ele tem ciência de fé e experiência, só não sabe como contornar sua tristeza e por isso recomenda que você me procure.

- Sabes Ele está falando em cortar laços, confesso que flerto, mas tenho medo sim de perder a amizade que me trouxe um pouco mais de fé para minha vida. Mas ele não me dá liberdade de contar minha história e sempre corta meus comentários quando quero agradecer pelo que está fazendo por mim.

- Ele está apenas cumprindo seu papel. Lembre-se do que eu disse, está em um dos Evangelhos, que você costumeiramente em longos intervalos de tempo costuma ler: “Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras” (Mt 6, 7). Sua multiplicidade de palavras nas orações às vezes assusta Meus servos quando vêm trazer suas intenções a Mim, mas não o culpo, sua necessidade de oração se tornou maior por causa do tempo que se afastou da minha casa. E agora que seu irmão está te propondo o presente da renovação inteira, você se fecha de novo por causa de comentários. Bem que vocês poderiam sentar e discutir um ao outro. Está ficando meio sem sentido vocês serem irmãos tão próximos e nada saberem do que se passa, ficando à distância se alfinetando, o que algum dia poderá acarretar a separação de vocês, e não Me culpe depois se isso vir a acontecer.

- Na minha mente, meu problema é ser mais necessitado. Às vezes eu acho que perdi minha paz e por isso tento recuperá-la sendo radical na humildade. Temo que esteja fazendo isso da maneira errada. Posso confessar-te, Senhor, meu temor de verdade é que eu é que não esteja conseguindo contornar os problemas que a vida lá de fora esteja nos colocando para nos ver separados.

- Eu também deixei vários avisos de que o mundo iria tentar de qualquer maneira separar os homens, até mesmo os escolhidos. Lutero não foi o culpado de ter separado minha Igreja em duas, na época, era preciso mesmo alguém se levantar, porém errou em criar um credo exclusivo com ideias novas que chegasse a desvirtualizar tudo o que o Meu apóstolo Pedro deixou de legado aos seus predecessores. Nem ele nem você são culpados das consequências que envolveram suas ações. Você é culpado de não pensar no que diz e por assim dizer, ferir os outros, ele é culpado em parte de não entender o que se passa na sua mente, porque ele ficou com raiva e te chamou de egoísta e ameaçou acabar com a amizade abençoada que vocês têm, e também porque você, teme pela separação, sempre está disposto a voltar atrás. Por meio das maiores lições de arrependimento e humilhação, é que os homens aprendem o que Eu venho ensinando há mais de dois mil anos.

- Às vezes me vejo indigno desta amizade desde o início, porém tenho receio de parecer um coitado que se humilha apenas a ele, cujo mundo gira em torno dele, cujas lições só posso aprender com ele. Entende o que estou querendo dizer? É uma espécie de dependência que já beira aquelas doentias necessidades de presença, nem que seja pela tela de um computador.

- A dependência você mesmo criou, como uma espécie de válvula de escape para os seus problemas e o pior, acha que sem ele será mais difícil conduzir seu caminho na Igreja, por mais atarefadas que sejam as vidas de ambos. Ele achou sua autonomia, cabe a você achar a sua. No início da amizade de vocês, você era habilidoso com as palavras, mas esse é um método que para ele, que deu tantas chances para você amadurecer interiormente, já não funciona mais. Não é de admirar que você sofra constantemente, afinal, não conhece ainda Minha misericórdia e vive preso à ilusão de que alguns pecados mortais nos qual você sempre recai é que está afastando você de minha presença. Eu nunca saí do seu lado, pelo contrário, Eu estou presente em tantos lugares que você frequenta que você às vezes não imagina que eu esteja presente, mas eu estou. E há tantos irmãos que você ainda conhecerá que eu nem procuro apressar sua cura, eles lhe dirão também o quão o mundo tem a lhe ensinar sobre minha Igreja.

- Então, o que devo eu fazer para me livrar dessas correntes, minha alma tem sede de algo, creio eu ser de Vosso Pai, creio também que se a chave não está perdida, está em minha mão, mas não sei como usa-la.

- A liberdade é um dom infinito, porém tem que aceitar limites ao longo da vida. Não basta apenas ser a pessoa que você é, é preciso levar aos outros a Minha figura e semelhança estampada em seu rosto. Um mundo lá de fora que talvez esteja mais doente e mais enfermo do que você. Siga o exemplo de tantos irmãos que tendo passado pelo que você está passando, não desanimaram, aí é que foram ajudar outros que tinha esse mesmo problema. Claro que em parte, depende dos outros a sua felicidade, mas depende principalmente de você e de seu querer. Não basta ser humilde se a Fé não for igualmente humilde. Não basta a humildade de se dizer um pecador se você não procura a conversão, não basta se dizer caridoso para os pobres se em sua casa falta amor e praticamente eclode quase todos os dias uma Guerra Fria. Eu sofri naquela cruz a fim de que seu sofrimento hoje parecesse um por cento daquilo, não querendo me vangloriar nas Glórias a que me foram dadas pelo Pai, mas é que sua oração pedindo ao Meu Coração para transformar o seu não faz muito efeito quando você é humilde em palavras, mas não de coração.

- Tenho ainda a chance de pedir-te ajuda para descobrir como o Teu coração quer que eu seja?

- Todas as chances do mundo, eu nunca deixei de estar ao Teu lado, nem durante suas piores quedas, quando o ofendido era o Pai. Aí era que eu lhe oferecia um aperto de mão que você se negava a ver e por isso se achava sozinho. Não precisava me chamar, Eu estava ali o tempo todo, e para você não adiantava clamar meu nome em certos momentos, para você, o mundo o deixara sozinho. De um jeito ou de outro, você não se assumia em minha companhia, era sempre “Estou sofrendo sozinho” ou “Estou em processo de mortificação”, o que para muitos assusta, mas para outros, é tempo de pensar, só que a cruz em que você estava pregado durante a mortificação, você não tinha coragem de dividi-la comigo. Seu irmão tem coragem de dividir tudo comigo, até mesmo a própria vida, coisa que você ainda não aprendeu.

- Quer dizer que eu posso voltar atrás e tentar consertar o que fiz, mesmo sem esperar desculpas da parte dele? E se correr tudo errado? Não nego que meu coração tem medo de novamente ter que perambular solitário como era antes de ele ter cruzado meu caminho.

- Colocando sua fé para funcionar, tudo é possível. Não se confie apenas em tentar, confie em conseguir, para quem tem o Pai no coração, nada é impossível. Há alguns que preferem se isolar do mundo e por isso a única coisa que pensam que conseguem é a solidão, e por isso mesmo acabam longe de mim, não por Eu os abandonar, porque Eu nunca abandono os que precisam de alento, mas porque você prefere me ver afastado de sua pessoa, por motivos diversos e ao mesmo tempo tão banais que alguns amigos que se preocupam demais com você, até mais do que você imagina acabam sugerindo grupos, comunidades, crenças, estudos e leituras que por sinal ajudam em parte, mas depende de você escancarar as portas da sua mente para conseguir chegar à chave que abre o segredo das portas do seu coração. Quando você responde fraternalmente, muitos insistem para você participar, e conseguem a graça de lhe proporcionar uma experiência comigo, e nem por isso se vangloriam aos outros, porém quando você coloca mil defeitos e quando arranja mil compromissos em Meu lugar, acredite, muitos começam a desistir de você a partir dali.

- Tenho mil defeitos dentro de mim, a pena é que antes, eu me achava “o tal” por só exaltar minhas qualidades, quando consigo finalmente enxergar os defeitos, não consigo parar de exaltá-los. Quero procurar uma confissão, porém tenho medo sempre do que os Vossos servos pensarão de mim. Tenho vontade de voltar ao Teu povo, mas não sei como.

- Apenas vá confiante de que estão agindo em Meu nome e para remissão dos seus pecados, por mais hediondos que sejam. Não fui eu que instituí a lei do silêncio deles, porém aprovo que eles não revelem aos outros antes do Meu julgamento os pecados que foram confessados. Se sua vontade é grande assim como dizes, comece a ser alguém melhor para os seus irmãos e aprenda com aqueles que estão te direcionando para o caminho do bem, eles têm algo a te ensinar, com certeza. Ter defeitos não é coisa ruim, é sinal de que você está ciente de que não é ainda o santo que seu coração almeja ser, porém qualidades, quando em excesso vangloriadas dão aos justos a impressão de que você é individualista. Saiba como ser humilde e equilibre as qualidades e os defeitos em seu coração, aí você vai saber por que o mundo quer te ver chorar.

- Diz-me o que devo fazer para ser um bom cristão e amadurecer para entender porque me amas tanto, mesmo sem que eu o mereça.

- Primeiro de tudo, reconcilie-se com seu irmão e tenha em mente que vocês dois têm seus defeitos e que cada um passa por determinados problemas, de modo que os sentimentos das outras pessoas não são brincadeira, pondere muito bem o que vai falar. Segundo, procure um confessor para ser absolvido o quanto antes, não deixe para última hora, e sempre fique ciente de que eu estou sempre esperando por ti na Eucaristia. Terceiro, ame os seus irmãos e não espere ser amado de volta, assim como Meu servo Francisco. Quarto, propague a minha palavra a seus irmãos que não me conhecem e aos que estão mais próximos de você, pois o Reino espera aos que evangelizarem. Quinto, peça perdão aos seus irmãos que esperam de você um pouco mais de maturidade e admita que comete erros, mesmo que eles não entendam sua confissão sincera, e não ache que tenha que pagar por seus erros nas mãos deles, a justiça de Deus é que sabe o que de esforço você tem realizado, saia da condição de oprimido e entre na condição de agradecimento, até pelos momentos ruins da vida. E por último, seja um servo fiel à minha Igreja e promova a Paz e a Caridade.

- Senhor, posso perguntar só mais uma coisa?

- Não precisa, fique alegre e celebre, pois Meu coração está sempre aberto à hora que o seu quiser entrar, afinal, Meu coração ama o mundo e não cansa de amar. E não ache que por Eu ser misericordioso eternamente, você pode incorrer na mesma falta todas as vezes que o instinto falar mais alto. Lute contra ele e reze quando se sentir atraído por tais instintos, antes que sua alma termine de se escravizar em pecados banais ou mortais. Faça penitência ou jejum e esconda este ato dos outros, faça-se parecer normal. Os amigos são como roseiras no jardim do seu coração, não esqueça que elas crescem com espinhos nos ramos, mas que quando se abrirem as rosas, cada uma delas será única para você cuidar e cada uma delas terá um lugar especial dentro.

- Senhor, eu te agradeço por me tornar um pouco mais feliz! Creio que apenas Tua presença, mesmo não Te vendo, já me trouxe Paz ao coração. Seja qual for o veredicto ao ocaso da minha vida, sei que depois de hoje, terei a coragem, não mais de por um ponto final em minha vida, mas a de recomeçar com uma vírgula e deixar que Tua Graça se infunda em mim.

- Agradeça ao Pai sempre que se lembrar dos dons que recebes todos os dias e agradeça também pelos momentos tristes. Agradeça o dom da vida dos seus irmãos, e principalmente do seu irmão, ele é joia preciosa aos olhos do Pai, assim como você também o é. Lembre-se de que humildade não significa apenas dar-se por completamente rendido aos homens, mas rendido aos olhos de Deus, que acima de tudo, é Pai. Que o amor que Te ofereço seja capaz de sempre abrir mais portas em seu coração, até que todas as passagens da luz do céu possam se fazer presentes. Se alguém disser que você não cumpre bem sua missão, deixe que falem, você está dando o melhor de si e lembre-se também, ninguém faz missão sozinho. Nem mesmo quando está sem ninguém ao redor, Eu estou contigo, e não te abandonarei, pois sei do Teu esforço e da sua boa vontade em agradar e ajudar aqueles mais próximos, mesmo que seja um perigo para você. Lembre-se, Eu sou o Cristo que perdoa, Eu sou o Cristo que reafirma seu batismo, Eu sou o Cristo pelo qual você acha o céu por meio da símbolo que deixei, a Eucaristia, Eu sou o Cristo que redime corações enfermos, Eu sou o Cristo que quer fazer de você uma pessoa nova. E por isso mandarei o Espírito Santo sobre você quando chegar a hora de você anunciar. Permaneça na minha paz.

E uma brisa suave invadiu a Capelinha naquele momento. Eu me senti como que envolto em Paz constante e como se fosse uma presença, senti um vento soprar sobre mim. E repeti comigo mesmo sentindo aquela Paz e me preparando para inserir uma vírgula na nova página da minha vida que acabava de começar a ser escrita:

- O Espírito sopra onde quer! Obrigado, Meu Cristo Amigo! Amém!


QUEIROZ, Pedro Augusto. Uma última conversa. In: __________. O Cristo Amigo. Mossoró: Edições Harmonia, 2012.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ENCERRANDO A SEMANA COM A GRAÇA DE DEUS


BANQUETE DO CORDEIRO
(Ir. Eliseu / Ghuto César)
Interpretação: Toca de Assis


Em minha vida não há
Momento mais lindo que o de comungar
Teu Corpo e Teu Sangue, Senhor
Na terra celeste refeição
Em Teu sacrifício no altar Tu vens de Ti mesmo me alimentar
Como poderei, oh Deus, não dar-te o meu coração?
Pois em minha vida não há
Momento mais lindo que o de comungar
Fizeste-me enxergar com os olhos da alma a Tua Consagração
Esplêndida visão que perdura até a comunhão
Jesus quero sempre mais adorar-Te Senhor
Viver Teu mistério com todo ardor
Pois encontrar-Te em Teu altar é encontrar-me a mim
É minha razão de viver, de cantar
De sorrir, de chorar, de entregar minha vida
Na Tua Santa Missa e receber a Tua salvação
Pois aqui se atualiza no tempo eterno
Tua morte e ressureição

Santíssimo Corpo Deus Sacramento
faça-se em mim o Teu querer
Santíssimo Sangue ardente alimento
Consagra inteiramente o meu viver

Santíssimo Corpo Deus Sacramento
faça-se em mim o Teu querer
Santíssimo Sangue ardente alimento
Manancial da salvação
Sangue que jorra do Teu aberto coração


Vídeo livremente colhido do Youtube.
Todos os direitos da canção reservados à TOCA DE ASSIS.